Social

Festival Braseiro entrega R$111,3 mil a instituições filantrópicas

Cinco instituições filantrópicas foram beneficiadas com o lucro obtido na quarta edição do Festival Braseiro. Considerado o maior festival de carnes nobres do país, o evento – que reuniu cerca de três mil pessoas, no último dia 14 de abril, em Cuiabá – arrecadou R$111.309,91, valor revertido proporcionalmente aos projetos encaminhados pelas entidades.

 

As instituições são o Educandário Espírita Maria de Nazaré [Obras Sociais Wantuil de Freitas]; a Associação Voltada para Generosidade, Amor e Solidariedade na Luta contra o Câncer [Avogas]; a Casa Transitória Irmã Dulce; a Comunidade Católica Divina Misericórdia; e a Fábrica de Hóstias São Miguel Arcanjo [Missão Louvor e Glória].

 

Os cheques foram entregues nesta quinta-feira (10.05) para os representantes das entidades pelo presidente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Marco Túlio Duarte Soares, que é idealizador do Festival Braseiro junto com um grupo de amigos que atua em favor da carne e de obras sociais, em Mato Grosso.

 

“Este é um festival que nasceu em 2016 em Rondonópolis tendo como alicerce três pilares: a ação social, as pessoas e a carne – afinal, somos o maior Estado produtor dessa proteína e que tem o maior rebanho do país. Mas, a questão é que desde o princípio queríamos fazer o bem para o próximo. Este é um objetivo que se fortaleceu ao longo do tempo – e conta cada vez mais com o apoio das pessoas”, explica.

 

Marco Túlio complementa que, na quarta edição, tal empenho e dedicação foram abraçados por voluntários oriundos tanto de cidades do interior de Mato Grosso quanto de municípios de Mato Grosso do Sul, Goiás, São Paulo e Minas Gerais.

 

Para o coordenador financeiro e integrante do núcleo gestor da Comunidade Católica Divina Misericórdia, Adão Neponoceno, a doação de R$22.500 será utilizada para a construção de algumas edificações que faltam no sítio em que a instituição promove retiros de evangelização.    

“Mais uma vez contamos com a parceria com o Festival Braseiro. Inclusive, disponibilizamos uma equipe de quase 100 pessoas para estar junto na data do evento e colaborar como voluntárias. Essa doação que recebemos será muito bem-vinda. Pretendemos começar as obras o mais rápido possível para que nosso projeto ganhe forma e evangelize ainda mais pessoas. Temos um projeto social muito amplo”, ressalta.

Conforme relatou a gerente comercial da QualyCare, Erika Alves de Lima, essa já é a segunda vez em que a empresa é parceira do evento. “Em Cuiabá, participamos em 2017, este ano e já queremos estar juntos em 2019. A QualyCare é engajada socialmente e vê que o Festival Braseiro tem uma proposta séria – liderada por pessoas que se dedicam, colaboram e fazem do evento um grande sucesso. Tanto que disponibilizamos uma ambulância completa e equipe para a data”, comenta.

Publicidade

 

 

 

CRO-MT passa a arrecadar livros para projeto que beneficia alunos da rede estadual

O presidente do Conselho Regional de Odontologia de Mato Grosso (CRO-MT), Luiz Evaristo Volpato, se reuniu com o diretor da Escola Estadual Ulisses Cuiabano, Dimas Antonio, para manifestar apoio à campanha de arrecadação de livros em beneficio do projeto “Leitura Assistida”.

“Disponibilizamos a sede do Conselho como ponto de coleta dos livros e doações. Acreditamos na importância de ações como essa e, por isso, propomos a parceria com a direção da escola”, disse Luiz Evaristo Volpato.

Idealizado pelo professor Dimas, o projeto visa arrecadar 835 livros – em especial os paradidáticos – para dar continuidade a ações que estimulam o exercício da leitura e interpretação de texto com alunos da rede estadual.

De acordo com a direção da Escola Ulisses Cuiabano, a verba destinada às escolas públicas não é suficiente e, por isso, os alunos não têm acesso às obras literárias. Como forma de estimular e organizar as doações, foi divulgada uma lista com os títulos que serão utilizados pelo projeto “Leitura Assistida”.

“Os alunos têm certa resistência à literatura clássica, então foi necessário mudar as obras literárias do ensino fundamental. Precisamos de livros específicos para os 7º, 8º e 9º anos e, como estamos adiantados na coleta, pretendemos arrecadar 30 unidades de cada título”, comentou o professor.

Dentre as sugestões, estão obras como “O diário de Anne Frank”, “História de Alexandre”, “A volta ao mundo em 80 dias”, “Comédias para se ler na escola”, “Para gostar de ler”, “Seleção de contos”, “O Centauro no jardim”, “Frankestein” e “Feliz ano velho”.

REPERCUSSÃO – Recentemente, uma foto do professor Dimas Antonio, em coleta no Aeroporto Marechal Rondon, repercutiu nas redes sociais. Na foto em questão, o professor solicitava, por meio de um cartaz, a doação de livros paradidáticos para o projeto de leitura. Com este mesmo anúncio, Dimas esteve em um shopping da Capital – de onde fora expulso – e na Assembleia Legislativa.

Com o aumento da visibilidade do projeto, a direção da escola espera que cada aluno tenha um exemplar garantido. Até o momento, já foram arrecadados aproximadamente 200 livros; restam 635 unidades para o alcance da meta.

SERVIÇO – O Conselho está aberto como ponto de coleta de doações para o projeto “Leitura Assistida”, que beneficiará a Escola Ulisses Cuiabano. O horário de funcionamento do Conselho é das 8h às 17h30, de segunda a sexta-feira. Informações: (65) 3644-2002.

 


Confira alguns cliks do aniversário de Sueli Batista


Inauguração da Trinità


Aniversário de 80 anos dona Zezinha


Copyright © 2017  Notícias de Hoje -  Telefone: (65) 3358-5258 - Todos os direitos reservados.