Mato Grosso, 01 de Outubro de 2014
11:14:00h

Editoriais


Enquete

Notícias

Moradores de Santo Antônio de Leverger radicalizam contra tráfego de caminhões

01/07/2011 11:03

Moradores de Santo Antônio de Leverger (35 quilômetros de Cuiabá) protestaram contra o tráfego de caminhões de areia extraída pela dragas que funcionam no rio Cuiabá dentro dos limites do município. Os manifestantes atearam fogo em pneus para impedir a passagem dos caminhos na principal rodovia que corta a cidade, na entrada do bairro da Fronteira. O incidente aconteceu ontem (30), quinta-feira.

O trânsito de veículos que precisavam deixar a cidade ou mesmo passar foi desviado por ruas laterais. Enquanto isso dezenas de caminhões que transportam areia ficaram estacionados em frente ao escritório da Cooperareia – a Cooperativa que mantém em associação os proprietários das dragas em Santo Antônio.

Enquanto os moradores se concentravam no bloqueio, o prefeito do município Ugo Padilha e mais o procurador jurídico, José Corbelino e o comandante da Companhia Independente da Polícia Militar no município procuravam uma saída jurídica para acabar com o impasse. Por volta das 10:00h da manhã, Ugo, acompanhado dos assessores e do Major PM Esnaldo foi ao encontro dos moradores para apresentar na Assembléia os encaminhamentos que a administração municipal tomou até o momento para resolver a situação.

O prefeito informou que, além de já ter se reunido com a representante do Ministério Público no município, também já procurou a SEMA, está última, ele disse que nem chegou a ser recebido pelo secretário do órgão, visto que os servidores se encontram em greve e o órgão fechado.

Quanto ao desvio que a prefeitura deveria ter feito para o trânsito dos caminhões, Ugo disse que, após ter procurado o proprietário da área em que passaria a estrada, foi informando por um dos proprietários que ainda há impedimentos de ordem familiar para que a autorização seja dada para a execução do serviço pela prefeitura.

Por outro lado, representantes do movimento disseram ao prefeito e as outras autoridades presentes na reunião que, ”o tempo acabou e tem que se encontrar uma solução imediata para a situação dos moradores”. Após ter saído do encontro com os moradores, o prefeito convidou o secretário de obras do município, Márcio Teixeira, do meio ambiente, Pedro Ribeiro Filho e o procurador jurídico José Corbelino, para uma visita in loco ao local onde deveria ser construído o desvio para os caminhões.

Para surpresa do governante e até dos seus acompanhantes, a maior parte do desvio já está feito, conforme fotos da reportagem na GALERIA DE IMAGENS, mesmo sem a autorização da SEMA, árvores foram derrubadas e encontram-se ainda no local.

A reportagem verificou que o desvio já está pronto e a nova estrada vai sair em uma outra que dá acesso a um lugar chamado “Canoa Quebrada”, que também é local de extração de areia, conforme fotos na GALERIA.

Diante de tudo isso, a previsão é que o município através do poder executivo, envie um Projeto de Lei à Câmara de Vereadores que mesmo em recesso deverá apreciar, possivelmente em Sessão Extraordinária. A Lei deverá proibir o trânsito de veículos pesados acima de dois eixos no perímetro urbano da cidade. Como o município não tem o poder constitucional de legislar sobre o funcionamento das dragas e da extração da areia, a saída local deverá ser a nova Lei.


Categorias

  


Contato
E-mail: noticiasdehoje@hotmail.com
Fones: (65) 9684-6365/8109-1153

Perfil do Noticias de Hoje