Artigos

14/09/2018 10:30 Por Gilberto Figueiredo

E o próximo ano letivo?

Neste mês, fomos positivamente surpreendidos com o anúncio de um concurso público para o preenchimento de vagas na área da Educação em Cuiabá. No entanto, como gestor e vereador, devo frisar que a data prevista para o lançamento do edital em questão é absolutamente equivocada – e vou explicar o porquê.

O início de 2018 foi dramático para muitos profissionais da Educação municipal e famílias que dependem do perfeito funcionamento da Rede Pública de Ensino.

Basicamente, houve um colapso educacional causado principalmente pelo equívoco no cronograma do processo seletivo – que não levou em consideração o fato de o ano letivo começar antes do início da atividade dos profissionais aprovados em concurso.  Logo, o município viveu uma dramática falta de técnicos em Educação em meados de fevereiro, o que gerou diversos problemas nas escolas.

Agora, podemos prevenir o problema que foi vivido no passado. Entretanto, se a data anunciada para o lançamento do próximo concurso for confirmada para 2019, o caos estará novamente estabelecido na nossa Educação. Como vamos começar o próximo ano letivo sem os concursados da Rede Municipal de Ensino?

Por acreditar que é importante impedir a repetição do drama na Educação de Cuiabá, reitero a necessidade de aproveitar os próximos quatro meses. É viável a preparação, o lançamento do edital, a realização de inscrições e provas neste período.

Mesmo estando em pleito eleitoral, não há impedimentos legais para o adiamento deste concurso para 2019 e não podemos perder os poucos meses que faltam para o término deste ano de exercício.

Neste momento, é preciso olhar para a Educação com mais carinho. Recentemente, a Educação mato-grossense conquistou resultados animadores por meio do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) – que acontece a cada dois anos.

Temos o exemplo da EMEB Ana Tereza Arcos Krause que, pelo quarto ano consecutivo, lidera o ranking das melhores escolas de Cuiabá. Neste ano, a unidade escolar também atingiu a nota oito – avaliação que consta acima da média nacional.

Acredito que os profissionais que se empenham no ensino de novas gerações merecem urgentemente uma maior atenção do poder público. A Prefeitura de Cuiabá precisa estar atenta à Educação e tratar com mais humanidade uma questão que é valiosa para toda a população.


Copyright © 2017  Notícias de Hoje -  Telefone: (65) 3358-5258 - Todos os direitos reservados.